Pages

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Introdução - O Pentateuco


A paz do Senhor esteja com vocês, irmãos!

Resumidamente, podemos dizer que o Pentateuco é, nada mais, que o conjunto dos cinco primeiros livros da Bíblia (Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio, respectivamente). Agora vamos a um pouco de história!

HISTÓRIA DO PENTATEUCO:

Na história do Pentateuco encontramos as grandes linhas da fundação do reino de Deus na terra. A formação do mundo, da humanidade e do povo escolhido por Deus. As leis contidas foram sendo escritas durante cinco séculos, reformulando, adaptando e atualizando tradições mais antigas, que vieram desde os tempos de Moisés.

Mostra a Revelação gradativa de Deus aos homens. Deus se revelando aos patriarcas, libertando seu povo da escravidão, alimentando seu povo, conduzindo-o e criando leis. 

Os cinco primeiros livros da Bíblia formam um conjunto que os judeus denominam "Lei", ou Torá. O primeiro testemunho certo dessa denominação encontra-se no prefácio do Eclesiástico, e ele já era de uso corrente no começo de nossa era, por exemplo, no Novo Testamento (Mt 5, 17; Lc 10, 26; cf. Lc. 24, 44). Bem entendido, o termo "Lei" não se aplica somente à parte legislativa, como mostra tal citação no NT (cf. Mc 12, 26; Lc 20, 37).
O desejo de obter cópias manejáveis desse grande conjunto fez com que se dividisse seu texto em cinco rolos de tamanho quase igual. Daí provém o nome que lhe foi dado nos círculos de língua grega: he pentateuchos (sebentendido biblos), "O livro em cinco volumes", que foi transcrito em latim como Pentateuchus (subentendido liber), donde a palavra portuguesa Pentateuco. Por sua vez, os judeus de língua hebraica deram-lhe também o nome de "os cinco quintos da Lei".
Essa divisão em cinco livros é atestada antes de nossa era pela versão grega dos Setenta. Esta - e seu uso se impôs à Igreja - intitulava os volumes segundo seu conteúdo: Gênesis (porque começa pelas origens do mundo), Êxodo (porque começa com a saída do Egito), Levítico (porque contém a lei dos sacerdotes da tribo de Levi), Números (por causa dos recenseamentos dos caps. 1-4) e Deuteronômio (ou a "segunda lei", de acordo com uma interpretação grega de Dt 17, 18). Mas em hebraico os judeus designavam, e designam ainda, cada livro pela primeira palavra, ou pela primeira palavra importante, de seu texto: Bereshit, "no princípio"; Shemôt, "eis os nomes"; Way-yiqra', "Iahweh chamou"; Bemidbar, "Iahweh falou a Moisés no deserto"; Debarîm, "eis as palavras".


Fonte: Bíblia de Jerusalém e Comunidade Shalom


Deus os abençoe! Santa segunda a todos!


Sigam-nos no Twitter: http://twitter.com/bpl_dm
E-mail: bpl-dm@hotmail.com

3 comentários:

Nayara de Oliveira disse...

Muito boa a iniciativa, Rafa! Tenho certeza de que esse blog ajudará muito! Que Deus abençoe a todos, paz e luzz!

Thalita disse...

Oiii rafaaa! que bacanaa seu blog! gosteeei! ta explicado de um jeito intendivel! nem vo precisa ir a missa mais! hauahua....bjuuu

Rafael disse...

Opa, que isso, nada substitui a missa não! kkk
Mas brigado, espero que de pra vocês aproveitarem mesmo! :D

Postar um comentário